Na Hipocrisia do mundo você se descobre,
e, se encontra, quando vive um grande amor
Vicente Alencar

quinta-feira, 30 de abril de 2015

Representantes de universidade norte-americana querem estreitar intercâmbio com UFC


Representantes de universidade norte-americana querem estreitar intercâmbio com UFC

Representantes da universidade norte-americana The College of New Jersey (TCNJ) reuniram-se, nesta quarta-feira (29), com professores da UFC para começar a discutir formas de estreitar o intercâmbio de alunos e docentes entre as duas instituições. O encontro se deu no Gabinete do Reitor, no Campus do Benfica.

Pela UFC, participaram do encontro a Pró-Reitora de Extensão, Profª Márcia Machado, e a subcoordenadora de Intercâmbio Internacional da UFC, Claudiana de Almeida. Pelo The College of New Jersey, os pesquisadores Carole Kenner e Jon Stauff.

Veja fotos do encontro no Flickr da UFC: https://www.flickr.com/photos/ufc-informa/with/17104161437/

Atualmente, a TCNJ já recebe cerca de 80 alunos brasileiros por meio do Programa Ciência sem Fronteiras, muitos deles oriundos da UFC. "Tivemos uma experiência muito positiva com eles", destacou o Prof. Stauff, para quem os alunos brasileiros têm "fome" de novas experiências. A universidade norte-americana demonstrou interesse em ampliar essa relação para outros programas, especialmente nas áreas de enfermagem, saúde pública e tecnologia.

Stauff relata que a universidade norte-americana sente necessidade, inclusive, de formar profissionais que falem português, sugerindo a possibilidade de que um primeiro aluno seja encaminhado já no segundo semestre deste ano. A necessidade vem da constatação de que há um crescimento no número de falantes da língua portuguesa na região de New Jersey – não apenas brasileiros.

Durante o encontro os representantes das duas universidades começaram a discutir os termos de memorandos de entendimento. Nos próximos dias, a TCNJ deve encaminhar à UFC documento informando suas necessidades iniciais para que as conversas avancem.

Após o encontro na Reitoria, os pesquisadores conheceram as atividades do Centro de Tecnologia da UFC, no Campus do Pici Prof. Prisco Bezerra. E ainda na tarde desta quarta-feira (29), a comitiva visita as instalações do Departamento de Enfermagem da UFC, onde os pesquisadores ministram palestra de apresentação, em inglês (sem tradução simultânea), sobre a TCNJ, da qual podem participar professores de Enfermagem, Engenharia e Saúde Pública, além de estudantes de graduação e pós-graduação desses cursos.

Fonte: Coordenadoria de Assuntos Internacionais da UFC – fone: 85 3366 7333

=======

Centro acadêmico de Ciências Contábeis promove curso de Excel aberto ao público

O Centro Acadêmico Assis Barbosa (CACB), do Curso de Ciências Contábeis da UFC, está com inscrições abertas ao público até 8 de maio para o curso "Excel do Básico ao Avançado". As aulas, ministradas pelo Prof. Ronisson Ferreira, técnico em informática, ocorrerão de 11 a 26, de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h, no laboratório de informática da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC – Avenida da Universidade, 2486, Benfica). O curso somará 32 horas-aula.

Os interessados devem fazer a inscrição pelo formulário eletrônico (http://bit.ly/1HZyaf9) ou entrando em contato pelo e-mail:caabufc@gmail.com. São ofertadas 30 vagas.

Os organizadores destacam a importância do curso afirmando que o programa Excel "constitui-se ferramenta essencial no cotidiano de diversos profissionais, dentre os quais, os profissionais da área contábil".

Para mais informações sobre o curso, entrar em contato com o CAAB, através do telefone 3366 7865 ou pelo e-mail caabufc@gmail.com.

Fonte: Ione Cysne, integrante da Diretoria de Comunicação do Centro Acadêmico Assis Barbosa – fones: 85 3366 7865 / 9790 6775


---
Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC
Av. da Universidade, 2853, térreo, Campus do Benfica – Fortaleza/CE – CEP 60020-181
Fones: (85) 3366.7331 / 3366.7332 – Fax: (85) 3366.7330
www.ufc.br – twitter.com/UFCinforma – facebook.com/UFCCcsmi


Abertas inscrições para o IV Congresso Internacional de Avaliação Educacional


Abertas inscrições para o IV Congresso Internacional de Avaliação Educacional

O Núcleo de Avaliação Educacional (NAVE) do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira da UFC realizará de 5 a 7 de novembro, em Fortaleza, o IV Congresso Internacional de Avaliação Educacional. O evento ocorrerá no Hotel Oásis Atlântico Imperial (Av. Beira Mar, 2500, Meireles). O prazo para submissão de trabalhos nas modalidades comunicações orais e pôsteres vai até o dia 6 de junho, enquanto para participação como ouvinte e nos minicursos segue até 10 de outubro, no site do evento: www.nave.ufc.br/vi_ciae.

Sob coordenação geral do Prof. Raimundo Hélio Leite, ex-Reitor da UFC e diretor do NAVE, o encontro objetiva promover a troca de experiências com instituições nacionais e internacionais que realizam estudos e pesquisas na área da avaliação educacional. Caberá à Profª Bernadete Angelina Gatti, da Fundação Carlos Chagas, fazer a conferência de abertura sobre "Avaliação Institucional em escolas: novas veredas e contribuições", no dia 5 de novembro, às 10h; e ao Prof. Mario Rueda Beltrán, da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), ministrar a conferência de encerramento, intitulada "Os desafios da Avaliação Educacional para a docência na Ibero-América", no dia 7 de novembro, às 10h50min.

No roteiro das grandes conferências, no dia 5 de novembro, a partir das 8h, estão também a dos professores Hélio Leite e Nicolino Trompieri Filho, da UFC, que abordarão o tema "Edurural e a Avaliação da Educação Rural Básica do Nordeste Brasileiro"; a do Prof. Domingos Fernandez, da Universidade de Lisboa, que falará sobre "Avaliação Educacional como domínio do conhecimento: questões teóricas e práticas"; e a que será ministrada pelo Prof. Romualdo Portela, da Universidade de São Paulo, intitulada "Avaliação dos Programas de Pós-Graduação em Educação em pauta". Mesas-redondas, minicursos, comunicações orais e pôsteres completam a programação do evento.

POLÍTICAS EDUCACIONAIS – O Prof. Hélio Leite ressalta a importância do congresso, afirmando que foi a partir de outras edições que surgiram ideias para embasar a criação de políticas educacionais. Entre elas, cita o Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) e o Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC). Com o Prof. Hélio Leite, estão na comissão de organização a diretora da Faced, Profª Isabel Filgueiras Ciasca, e o Diretor de Avaliação Institucional da UFC, Prof. Wagner Andriola.

Nesta edição, o congresso tem como tema "Avaliação: veredas e experiências educacionais". A comissão definiu esse mote por considerar que "veredas são caminhos ladeados por abundante vegetação" e que a metáfora representa "o acolhimento à participação de pesquisas que empregam métodos qualitativos e quantitativos em suas diversas análises, bem como experiências desenvolvidas em pequena e larga escala por pesquisadores e instituições educacionais". 

A Faculdade de Educação da UFC, para realizar o congresso, conta com as parcerias do Cetrede, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), ADUFC-Sindicato e Instituto Dom José de Educação e Cultura. Mais informações estão no site do evento:www.nave.ufc.br/vi_ciae

Fonte: Prof. Hélio Leite, coordenador geral do IV Congresso Internacional de Avaliação Educacional – fone: 85 3366 7676

======

Inscrições para X Semana de Letras da UFC estão abertas até sexta-feira (1º)

Estão abertas até a próxima sexta-feira (1º) as inscrições para a X Semana de Letras da UFC, que ocorre de 11 a 15 de maio, nas dependências da área 1 do Centro de Humanidades (Av. da Universidade, 2683, Benfica). O evento, a ser realizado pelo Centro Acadêmico Patativa do Assaré, do Curso de Letras, terá como tema "Letras em foco: transformando os rumos da nossa educação".

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas por meio do preenchimento dos formulários eletrônicos, que podem ser acessados no site do evento: http://bit.ly/1HOdPHZ. Há quatro categorias disponíveis para inscrição: participante, minicurso, oficina e apresentação discursiva. A ação deve contar também com mesas-redondas, grupos de discussão e uma mostra cultural de encerramento, através de um sarau.

Normas sobre apresentação de trabalhos acadêmicos, critérios para entrega de certificados, além de outros detalhes estão disponíveis no Edital da X Semana de Letras: http://bit.ly/1P3a6XF. Outras informações na página do evento no Facebook: http://on.fb.me/1DI6R2i.

Fonte: Thais Fernandes Misquita, da organização da X Semana de Letras da UFC – e-mail: thaisletras@alu.ufc.br

=======

Curso sobre gerenciamento de bancos de dados de bibliotecas começa amanhã (29) no Benfica

A Biblioteca de Políticas Públicas, História e Literatura do Observatório de Políticas Públicas (OPP) da UFC realiza o curso "Biblivre Versão 4.0: Incluindo Noções Básicas de Catalogação", com o objetivo de capacitar interessados em adquirir conhecimentos básicos na área de gerenciamento de bancos de dados de bibliotecas. O curso será ministrado nos dias 29 e 30 de abril.

No dia 29, a aula ocorrerá das 14h às 18h, na Biblioteca do OPP (Rua Marechal Deodoro, 750, Benfica – Núcleo de Pesquisas e Estudos Regionais (Nuper), térreo, sala 2). Já no dia 30, acontece das 8h às 12h, na sala 17 do Bloco do Curso de Biblioteconomia, 2º andar (área 2 do Centro de Humanidades – Av. da Universidade, 2762, Benfica).

As inscrições devem ser feitas no local, mas as vagas são limitadas.

Fonte: Observatório de Políticas Públicas – fone: 85 9984 9691


---
Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC
Av. da Universidade, 2853, térreo, Campus do Benfica – Fortaleza/CE – CEP 60020-181
Fones: (85) 3366.7331 / 3366.7332 – Fax: (85) 3366.7330
www.ufc.br – twitter.com/UFCinforma – facebook.com/UFCCcsmi

Arnaldo Niskier 80 anos




Os termos constantes dos assuntos dos e-mails não são acentuados porque alguns servidores não reconhecem a acentuação gráfica.
Para receber nossa programação, é importante que o interessado adicione nosso e-mail academia@academia.org.br à sua lista.
A Academia Brasileira de Letras respeita a privacidade do usuário, é contra o spam e não repassa endereços cadastrados.
Esperamos que você tenha apreciado nossa programação.
Caso não queira mais receber nossos e-mailsconfirme aqui o cancelamento.
No caso de dúvida, reclamação, ou solicitação utilize o fale conosco.
Para encaminhar este e-mail acesse aqui.
Não responda a este e-mail.


quarta-feira, 29 de abril de 2015

Reinaldo e o Fachin

ESTA VAI PARA O SENADO – Além de teórico dos direitos da amante, Fachin, candidato ao STF, também flerta com a poligamia e vê em quem discorda nada mais do que “gosma”…  

Vejam esta foto. Volto a ela no fim do texto.
Fachin com a mulher
A presidente Dilma Rousseff indicou o advogado e professor Luiz Edson Fachin para o Supremo Tribunal Federal. Sou dedicado. Quando a petista escolheu Roberto Barroso, por exemplo, decidi ler um livro escrito pelo homem: “O Novo Direito Constitucional Brasileiro”. Antes de ele ser aprovado pelo Senado, escrevi uma série de artigos a respeito do seu pensamento.  Estão aqui. Previ problemas. Barroso integrou a nova maioria que absolveu a cúpula petista do crime de formação de quadrilha no julgamento dos embargos infringentes. Mais: ele é o autor intelectual da Ação Direta de Inconstitucionalidade que pretende proibir a doação de empresas a campanhas eleitorais, o que jogaria o sistema político na clandestinidade. Eu estava certo. Agora, decidi ler o pensamento do professor. É chocante.
Publiquei nesta segunda um post a respeito. Demonstrei que o doutor está empenhado em teses que simplesmente destoem qualquer noção comezinha de família, como essencialmente a conhecemos nos países ocidentais ao menos. É tal a quantidade de barbaridades que trazem a sua chancela que não conseguirei resumir tudo neste segundo post. Outros haverá a respeito.
Além de ser um teórico dos direitos da amante, o professor flerta abertamente com a poligamia. Sim, senhores! Vocês leram direito. O agora candidato ao Supremo prefaciou um livro que faz a apologia da poligamia, intitulado “Da Monogamia – A sua superação como princípio estruturante da família”, de Marcos Alves da Silva, ex-aluno do dito jurista.
Capa do Livro Monogamia
Mera especulação acadêmica? Não mesmo! Quando nos damos conta das demais teses que Fachin patrocinou, é forçoso reconhecer que estamos diante de um inimigo declarado da família, segundo, ao menos, esta que conhecemos. Atenção! Eu nem me refiro à família dita tradicional Nem aquele conceito revisto e ampliado pelo STF por conta própria, sem participação do Congresso, serve ao doutor. Na concepção do candidato ao Supremo, essa história de núcleo familiar composto por homem e mulher, dois homens ou duas mulheres é coisa de mentes provincianas. Ele  quer botar mais gente nessa cama. No prefácio que faz da obra, como vocês verão, ele vai além de elogiar a, digamos, coragem teórica de seu ex-pupilo.
O livro não deixa dúvida: prega a superação da monogamia. O prefaciador também não deixa dúvida quanto à adesão à tese, tanto é que intitula seu texto de “Seres sem jugo”. Qual? Ora, o da monogamia. Para o candidato a ministro, a tese deriva daquele grupo de pessoas “de mentes generosas e corajosas, preocupadas incessantemente com o que nos define como humanos (…)”. Parece que superar a monogamia, ou defender a sua superação, torna o indivíduo um humano superior. Segue imagem do texto.
Poligarmia - Trecho 1
Intolerante
Fachin demonstra não ser do tipo tolerante com a divergência. Segundo escreve, seu ex-aluno, entusiasta da poligamia, se esforçou para “não se servir de fantasias que povoam as vestes jurídicas das relações familiares”. Em suma, os que discordam de autor e prefaciador são pessoas presas a meros formalismos sem substância. Ele vai ser ainda mais duro na desqualificação dos adversários intelectuais. Escreve: “O texto de Marcos Alves da Silva não compõe o coro crédulo e entusiástico da manualística rasteira que grassa pelo Direito de Família no Brasil e que mistura Sula Miranda com Shakespeare (…), essa gosma com verniz de epidérmico conhecimento que hoje, em muitos livros e não em poucos tribunais oscila entre o provinciano e o surreal (…)” . Parece que o advogado considera “gosma” as escolhas morais que não coincidem com as suas. Segue trecho.
Poligamia - Trecho 2
Houvesse alguma dúvida sobre a adesão de Fachin à tese, ela seria dirimida na parte final de seu prefácio, como se lê abaixo.
Poligamia - Trecho 3
Leio ali: “quiçá ser um verdadeiro ser humano, especialmente nas relações familiares, pode iluminar um ser sem jugo.” O que isso quer dizer, além de um estilo insuportavelmente cafona e do uso indevido do modo indicativo no lugar do subjuntivo (“quiçá possa”)? Resposta: nada! Afinal, é o verdadeiro ser humano que ilumina o ser sem jugo, ou é preciso não estar submetido a jugo para ser um “verdadeiro ser humano”? Quero ver Fachin responder quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha. Ou ainda: por que Tostines é mais fresquinho? De resto, um homem submetido a condições que não escolheu perde a sua condição humana? É esse o pensador  que diz se opor à “gosma com verniz epidérmico”?
E o doutor conclui: “Apenas belo sonho? A liberdade da resposta não conforta a quem se acomoda no dogmatismo enclausurado nem sobressalta quem elimina a instância jurídica como instrumento de emancipação. Anima, porém, quem ainda combate a luta que não é mesmo vã e clama por justiça e vida digna. Acolhamos, pois, numa comunhão de boa leitura, as propostas que embalam significantes e significados no berço que desempacota os nós de alguns ninhos.”
Como se nota, para o “supremável”, o direito é, sim, um terreno de militância — “instrumento de emancipação”. E é esse militante que Dilma quer no Supremo, com a chancela do MST e da CUT. Mas esses estão virando males menores. O nome escolhido pela petista, está demonstrado, é inimigo da família segundo a entende a esmagadora maioria dos 200 milhões de brasileiros, dos quais ele pode ser ministro.
Fachin, a gente percebe, tem horror a Sula Miranda. Está na cara que se tem na conta de um Mozart das letras jurídicas. Decidi ler o que ele andou escrevendo sobre direito da família. Posso assegurar que nem mesmo um Pestana ele consegue ser, aquela triste personagem de Machado de Assis que queria compor música erudita, mas só conseguia produzir polcas.
Mas há uma diferença: Pestana era infeliz porque tinha noção de sua mediocridade. Fachin, pelo visto, é feliz.
Fiquem calmos, senhores senadores, o homem é capaz de muito mais. E eu ainda vou demonstrar isso.
A foto
Ah, sim: o advogado foi ao Senado no dia 15 pedir o apoio de Renan Calheiros. Levou a sua mulher a tiracolo, a desembargadora Rosana Fachin. Estavam juntos. De mãozinhas dadas. Eu sou terrivelmente lógico, professor. Caso o senhor tivesse uma amante (não estou perguntando nem da minha conta), o certo seria que ela estivesse enlaçada à sua outra mão? Afinal, o senhor defende que até a pensão a viúva oficial divida com a viúva paralela.
Não havia entendido a foto (de Ailton de Freitas/ Agência O Globo), Depois que li as enormidades escritas pelo candidato ao Supremo, tudo ficou mais claro. Sem entrar na economia doméstica dos afetos, diria que lá vai menos um casal feliz do que um álibi.
Que os senadores se pronunciem!
Por Reinaldo Azevedo

Pelos Bares da Vida Nº 358

Está no ar o Pelos Bares da Vida edição 358.
Acessem 
www.pelosbaresdavida.com.br , cliquem em "jornal / ed 358" e boa leitura.
 
Altino Farias

Povo pacífico e omisso / Hélder Cordeiro - Jornalista

Povo pacífico e omisso
Hélder Cordeiro - Jornalista

O povo brasileiro é o mais pacífico do mundo. É tão calmo que se torna insensível. É tão indiferente que não percebe o padecer do vizinho da meia parede, imagine dos semelhantes, distantes e abandonados à morte nos corredores dos hospitais públicos. Onde não existe médico, nem leito e nem medicamento. Onde tudo desaparece com a corrupção existente  e generalizada há 12 anos no atual governo.
Esse povo de apareça apática demonstra que não sabe se Petrobras, ex-uma das maiores empresas petroleira do mundo está arquejando na UTI do "Grande Hospital Brasil", assaltada e violentada pelos integrantes de uma "organização criminosa". Crime investigado pela Operação Lava Jato e já com alguns dos assaltantes identificados pelo patriótico magistrado Sérgio Mora.
Como nunca antes neste país, a corrupção prosperou tanto. De maneira tão agigantada que ameaça parar, literalmente, todas as atividades públicas e privadas neste país, de pseudo-governo sem credibilidade e sem moral, pastorando  uma "casa de noca", com 39 ministérios, 32 partidos políticos, 594 congressistas e tudo distante do povo.  
Os gestores públicos dessa "casa de noca" (onde ninguém manda) trafegam em sentido contrário ao da sociedade. Mandam o povo pro inferno e querem um "céu de benesses" financiado pelos rejeitados e sem direito de usufruir os dois trilhões de reais que paga de tributos. Na Praça dos Três Poderes em Brasília ou "Senado Romano" impera a degenerescência dos valores éticos e morais na política e na administração pública - triste realidade nacional.
O  pacífico povo brasileiro ainda aceita com naturalidade o mais recente e imoral "acordão" perpetrado contra o país. Unidos: presidente da República e congressistas elevam os valores dos recursos jogados nos ralos dos inúteis partidos políticos, através de um fundo partidário. Valores que subiram de 289 milhões para 870 milhões de reais/ano. Explícito crime de lesa pátria contra a nação, vítima da corrupção, da insegurança e de tudo que possa ser bem-estar social, além de desemprego à vista, inflação crescendo, economia minguando e o país parando.

A irresponsabilidade desses gestores públicos ainda vai além do fundo partidário. Elevaram de 10 para R$ 15 milhões/ano a quota individual das chamadas emendas parlamentares. Farra e corrupção com dinheiro sugado dos cofres públicos. Mais de nove bilhões de reais/ano. Bi mesmo. Mas falta dinheiro pra saúde. Ainda não conseguiram quebrar o país porque o seu povo é omisso. Paga com naturalidade os sucessivos aumentos na carga tributária e não percebe - mais dinheiro, mais corrupção. Ninguém quer largar o osso que gira na Praça dos Três Poderes.   

segunda-feira, 27 de abril de 2015

POEMAS & POETAS 03 DE ABRIL DE 2015

POEMAS & POETAS
03 DE ABRIL DE 2015
Fortaleza - Ceará - Brasil.
Para o mundo:


LÁGRIMA DE ESPUMA
Heitor Lavor
(Do Movimento Cultural Terça-Feira em Prosa e Verso.)

Eu fico olhando, às vezes, para o mar
E, em suas águas verdes, turbulentas,
Ouço fúria de séculos de tormentas,
Que se passaram e inda irão passar.

Penso, noutra hora, ouvir naquelas águas,
o balbucio leve de uma prece
rezada docemente e, me parece, 
eivada de tristeza e funda mágoas.

Noutro instante, das águas na garganta, 
soar parecem flautas, violinos,
que, em arpejos suaves e divinos, 
minh'alma tocam e isso me encanta.

Não obstante todos os tormentos,
Eu nunca vi rolar na sua face
uma lágrima, sequer, que demonstrasse
suas dores, pesares, sofrimentos.

No entanto, pesaroso, o velho mar
solta espuma que vem de dentro dele,
que, soluçando, pela praia expele, 
me pondo a refletir e ponderar;

É a sua maneira de chorar?
Não consigo entender mais coisa alguma!...
Será então, que toda aquela espuma...
será que a espuma é a lágrima do mar?!

FALTA VONTADE
Vicente Alencar
(Presidente da Sociedade de Cultura Latina do Brasil - Regional do Ceará).

Último trimestre de 2014.
Respira-se Brasil.
Sem sintonia,
sem palavras corretas,
sem perspectiva,
acompanhamos as notícias.
Depois de uma série de insultos
mostrando disparates de cérebros
que alguns pensavam pudessem 
ser inteligentes, cultos, notáveis,
mais ou menos por aí, 
não encontramos nada.
Se discute o que menos interessa ao povo
e o que mais favorece ao bolso.
Como a gente brasileira é inculta
e demente em mais de 70 por cento
diante de seus próprios problemas,
os aproveitadores  são nostrados
a luz do dia.
Revelam suas incompetências
oficializadas nos aparelhos que foram
apresentados e mostrados em todos os
                                          município.
Homens e mulheres estão prejudicados
e não há um balcão para reclamações.

SEJA LEAL, ASSIM VOCÊ SERÁ MAIS FELIZ!

VICENTE ALENCAR. EDIÇÃO Nº 785. SEGUNDA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2015.

VICENTE ALENCAR.
EDIÇÃO Nº 785.
SEGUNDA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2015.

FORTALEZA - CAPITAL DO NORDESTE.

CEARÁ - AQUI FOI CRIADA A PRIMEIRA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL.

BRASIL - ESPERAMOS EM BREVE ACABAR COM OS CORRUPTOS.

Não esqueça:
"Salvemos a floresta amazônica. Ela está sendo desmatada diariamente. as autoridades se fazem alguma coisa contra isso, quase não se percebe, não se tem noticia".

AUDIFAX
A morte de Audifax Rios sábado (23) em Santana do Acaraú, vitima de enfarte agudo do miocárdio deixou toda a comunidade acadêmica e de imprensa de luto. Um desfalque que jamais será recomposto.

SAUDADE
A saudade de todos nos do ilustrador, do cronista, do escritor, do jornalista, do escritor, do excelente criador e redator de publicidade, do editor. Tantas e tantas qualidades numa só pessoa.

ALMANAQUE
Fica orfão o seu ALMANAQUE que bimestralmente chegava as nossas mãos sempre com uma mensagem nova, arejada, bem vinda, querida. Agora tudo não passa de saudade. Uma pena.

O POVO
As sextas-feiras em O POVO estarão incompletas pois sua crônica, seu artigo, sua verve não encontraremos mais por lá.

LUTO
Por sete dias está de luto a Academia de Letras e Artes do Nordeste -ALANE, presidida pelo médico e escritor Francisco Nobrega Teixeira. Audifax era um dos Membros Titulares da ALANE e compunha no seu Conselho Editorial.

LEÃO CHEGOU LÁ
Clássico não tem favorito como todo mundo sabe. E ontem na primeira partida da série decisiva deste ano no Campeonato Cearense o Fortaleza venceu o Ceará por 2 a 1 placar construído no primeiro tempo. Segundo jogo será no próximo domingo.

515 ANOS
Ontem dia 26  de abril, 515 anos da realização da primeira Missa no Brasil, na Coroa Vermelha (BA) oficiada por Frei Henrique Soares, de Coimbra.

ANIVERSÁRIO
No próximo dia 30 de maio vamos comemorar os 123 anos de fundação da Padaria Espiritual que foi criada em 30 de maio de 1892. O fato ocorreu na Rua Formosa, 105, centro.

PIONEIRO
Um movimento modernista pioneiro, criado bem antes da Semana de 1922 em São Paulo.

MINO
Circulando o número 141 da RIvista do MINO, uma publicação genuinamente cearense de um dos nossos maiores criadores.

HOJE
Das 22 às 23 horas de hoje (segunda-feira) pela 620 AM - Rádio Assunção Cearense ou através da Internet radioassuncaocearense.com você acompanha o  Programa Vicente Alencar - Educação, Cultura e Esporte. Logo depois do Programa Liberdade de Expressão, do Morais Filho e antes das Últimas do Esporte. Conto com a sua audiência, aqui no Brasil ou no exterior.

DIA DO GOLEIRO
Passou em brancas nuvens no futebol profissional "O Dia do Goleiro" comemorado ontem, dia 26, numa homenagem a Aílton Corrêa Arruda, o lendário goleiro  Manga nascido em Recife, em 26 de abril de 1927. Ele defendeu entre outros clubes o Sport Recife e o Botafogo de Futebol e Regatas, bem como a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1966.

SANTA ZITA
Numa homenagem a Santa Zita, nascida em 1212, num arraial próximo a localidade de Luca, na Italia, nesta data em 1212, comemora-se hoje o dia da Empregada Doméstica. Ela trabalhou durante 40 anos para uma familia nobre, mas sempre foi pessoa generosa e humilde. Foi canonizada pelo Papa Leão 10.

DUAS TROVAS DE ANTONIO SALES
Sabes qual é o escultor
Que mais goza a minha estima?
- É o teu pai, que é o autor
Da mais perfeita obra prima.

A saudade dói, porém
a grande infelicidade
É não ter no mundo alguém
de quem  se tenha saudade.

ATENÇÃO!
Se você sabe ler  e escrever, ensine a quem não sabe, o Brasil agradece!

Só de Cargos de Confiança e Comissionados tem o efetivo do EB na ativa.


mildade. Pv 18:12
 Fica sempre um pouco de perfume nas mãos de quem oferece rosas (...
"O Maior Fiscal de Um Governo é um Povo Esclarecido".
"Uma nação que confia nos seus direitos em vez de confiar nos seus soldados,
engana-se a si mesma e prepara sua própria queda."(RUY BARBOSA) 

Quando a paz é feita e todas as coisas são restabelecidas,
Deus é ignorado e os Soldados esquecidos."



Só de Cargos de Confiança e Comissionados tem o  efetivo do EB na ativa.

A insustentável máquina do governo

Os 39 ministérios de Dilma custam mais de R$ 400 bilhões por ano e empregam 113 mil apadrinhados. Só os salários consomem R$ 214 bilhões - quase quatro vezes o ajuste fiscal que a presidente quer fazer às custas da sociedade

Izabelle Torres (izabelle@istoe.com.br)


Diante da necessidade imperativa de disciplinar as desordenadas contas públicas, legadas da farra fiscal praticada no mandato anterior, a presidente Dilma Rousseff impôs ao País um aperto de cintos. Anunciou como meta de sua segunda gestão um ajuste fiscal capaz de gerar uma folga de R$ 66 bilhões no Orçamento até o fim do ano. O necessário ajuste seria digno de louvor se as medidas anunciadas até agora pela presidente não tivessem exigido sacrifícios apenas de um lado dessa equação: o dos cidadãos brasileiros. Mais uma vez, a conta da irresponsabilidade fiscal de gestões anteriores sobra para o contribuinte. Ao mesmo tempo em que aumenta impostos, encarece o custo de vida da população, ameaça suspender a desoneração de empresas e retira dos trabalhadores direitos previdenciários e trabalhistas, Dilma Rousseff segue no comando de uma bilionária máquina pública aparelhada, inchada e – o mais importante – ineficiente.
01.jpg
 
Na semana passada, pressionada por líderes no Congresso, especialmente do PMDB, a presidente sacou mais uma de suas promessas. “A ordem é gastar menos com Brasília e mais com o Brasil”, disse. A despeito do efeito publicitário indiscutível da frase, a presidente dá sinais de que seguirá na toada já recorrente de dizer uma coisa em público e praticar outra bem diferente no exercício do poder. O governo, na realidade, sempre resistiu em cortar na própria carne. Por isso, permanece desde 2010 com uma colossal estrutura administrativa composta por 39 ministérios, a maioria deles criados para acomodar apadrinhados políticos, cujos custos de manutenção – o chamado custeio – consomem por ano R$ 424 bilhões. Desse total, o gasto com pessoal atinge a inacreditável marca de R$ 214 bilhões, o equivalente a 4,1% do Produto Interno Bruto (PIB) do País. Esse universo de servidores soma quase 900 mil pessoas distribuídas pela Esplanada, sendo 113.869 ocupantes de funções comissionadas e cargos de confiança, as chamadas nomeações políticas baseadas no critério do “quem indica. A credibilidade do governo está no fundo do poço, e é impossível imaginar a sociedade acreditando no ajuste fiscal sem que sejam tomadas medidas radicais para reduzir o tamanho dessa monumental máquina. Sem cortar na própria carne, o governo do PT não tem autoridade para pedir sacrifícios ou falar em ajuste fiscal”, afirmou o senador Álvaro Dias (PSDB-PR).
02.jpg
Não bastassem os 39 ministérios com seus milhares de cargos de indicação política, o que se vê hoje na Esplanada em Brasília é o claro desperdício do dinheiro público, facilmente ilustrado pelo excesso de regalias e benesses à disposição dos ocupantes do poder. A principal função do ministério da Pesca, por exemplo, é distribuir o seguro-defeso – espécie de seguro-desemprego pago a pescadores. A pouca expressividade da pasta não limita as vantagens e os benefícios de quem garantiu um cargo executivo no órgão provavelmente chancelado por algum partido aliado de Dilma. Segundo apurou ISTOÉ, há carros de luxo com motoristas disponíveis aos sete integrantes da cúpula do ministério para deslocamento em Brasília. O custo estimado com a regalia é de R$ 1,5 milhão por mês. Embora o ministério esteja constantemente ameaçado de extinção, a pasta vem se mantendo com estrutura que chama a atenção. São mil servidores em exercício, sendo 440 indicados políticos.
03.jpg
O benefício de ter carros e motoristas à disposição não é uma exclusividade do ministério da Pesca. Segundo gestores públicos ouvidos por ISTOÉ que já atuaram em diferentes órgãos do governo petista, pelo menos 28 das 39 pastas permitem a benesse para quem está até cinco níveis da hierarquia abaixo do ministro. Isso sem contar os celulares, os cartões corporativos e uma dezena de assessores cujas funções frequentemente coincidem. No ministério do Turismo, que tem uma estrutura mais enxuta e apenas 268 cargos de confiança, o que causa espécie é a quantidade de garçons e copeiras disponíveis para atender a cúpula da pasta. Segundo um dos servidores, há 16 funcionários para servir água e cafezinho aos executivos do ministério.
esp01.144601z.jpg
No ministério do Turismo, 16 garçons e copeiras foram
contratados para servir os executivos do órgão
Embora prometa cortar despesas, Dilma e sua equipe econômica não querem ouvir falar em redução de pessoal, que consome muito mais do que os principais programas sociais do governo. O Bolsa Família, por exemplo, receberá R$ 27 bilhões – o correspondente a 12% do que o País gasta com servidores federais. Já a Saúde, considerada área prioritária para os brasileiros em todas as pesquisas realizadas, terá investimentos de R$ 109 bilhões neste ano. Custará, portanto, metade do gasto do governo com o funcionalismo. Atualmente, o ministério da Educação é a pasta com maior número de funcionários da Esplanada e serve para mostrar que o tamanho da máquina está longe de ser sinônimo de eficiência. No órgão, há mais de 44 mil cargos de confiança, além dos 285 mil efetivos. Nos últimos anos do governo Dilma, foram criadas 50 mil novas vagas. Em 2015, se a presidente preservar os recursos previstos para a pasta, serão R$ 101 bilhões destinados a cumprir a promessa utópica de campanha de transformar o Brasil em uma “pátria educadora”. Mas até aqui as demonstrações de gestão dadas pelo MEC são da mais completa ineficiência. Um exemplo é o programa de financiamento estudantil, o FIES. O governo flexibilizou as regras relacionadas aos fiadores dos estudantes e reduziu as taxas de juros. Mas falhou no controle dos preços das mensalidades e forçou a ampliação do programa sem analisar os reflexos financeiros. Um exemplo típico de má gestão em um órgão aparelhado por servidores.
05.jpg
FARRA DOS CARROS OFICIAIS
Não é rara a utilização dos veículos oficiais pelos ministros
fora do horário do expediente 
A Presidência da República figura em segundo lugar no ranking do número de servidores: emprega 6.969 pessoas. Os cargos vêm acompanhados das benesses, o que significam mais e mais gastos com o dinheiro do contribuinte. Em outubro do ano passado, para atender aos seus servidores, a Presidência comprou 130 taças de cristal por R$ 4,5 mil. No apagar das luzes de 2014, além de eletrodomésticos, toalhas de banho e de rosto, o Planalto adquiriu aparelhos de malhação e até roupões de banho. Ao todo, a conta saiu por R$ 262,8 mil. O conjunto de banho completo custou R$ 7,8 mil. Já a aquisição de 20 frigobares, 100 bebedouros e 30 fragmentadoras de papel custou ao órgão R$ 155,7 mil. A Presidência justificou a compra por eventuais atendimentos em cerimônias oficiais. Outros R$ 99,3 mil foram gastos pela Presidência na reposição de aparelhos de ginástica. Na lista, figuram um crossover angular, um banco extensor e outro flexor, um apolete, um crucifixo, duas esteiras eletrônicas e um smith machine (plataforma para a realização de vários exercícios). Segundo o órgão, a aquisição dos equipamentos ocorreu em função da necessidade de manutenção ou melhoria do treinamento de força e do condicionamento físico do pessoal da segurança e para melhoria da qualidade de vida dos servidores.
06.jpg
UNIDOS PELA REFORMA ADMINISTRATIVA
Os presidentes da Câmara e Senado, Eduardo Cunha e Renan
Calheiros, propõem a redução dos ministérios
A criação desenfreada de ministérios é obra recente da democracia do País e se acentuou na era petista no poder. O ex-presidente Getúlio Vargas (1951-54) contava com apenas 11 pastas de primeiro escalão. Juscelino Kubitschek (1956-61, 13. O governo Fernando Henrique Cardoso terminou seu mandato (1994-2002) com 24 órgãos. Lula (2003-2010), para abrigar a aliança que o elegeu, criou mais 11, chegando a 35 – um recorde até então. Dilma o superou: subiu para 39. O cenário de distribuição de poder em Brasília é uma anomalia especialmente se comparado a outros países, como França, Portugal, Espanha e Suécia, que possuem uma média de 15 ministérios. Para se ter uma ideia do despropósito do aparelhamento, quem hoje discute corte de ministérios como ocorre atualmente no Brasil é o pobre Moçambique, que possui 28 pastas e está sendo pressionado a reduzir a própria estrutura por países que o apóiam financeiramente. “Essa forma de gestão caminha na contramão da história e de tudo aquilo que seria o ideal para a administração pública, não só no Brasil, mas em qualquer País. A criação desses ministérios é uma forma de abrigar a base aliada do governo e acelera ainda mais as distorções dentro da máquina pública”, afirma José Matias-Pereira, professor de administração pública da Universidade de Brasília (UnB).
07.jpg
08.jpg
A necessidade de enxugamento da máquina administrativa ganhou eco durante a última campanha presidencial. O então candidato à presidência Aécio Neves (PSDB) propôs a fusão de ministérios, de modo a reduzir drasticamente os gastos e a estrutura governamental. Nos últimos dias, foi a vez de o PMDB encampar a bandeira da reforma administrativa. Como se não ocupasse fatia considerável da Esplanada e não exigisse a nomeação de um sem-número de afilhados políticos como condição ao apoio ao governo – a qualquer governo, diga-se – caciques peemedebistas, caso do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, querem limitar a 20 o número de ministérios. Um projeto de sua própria autoria já está em tramitação na Casa. Na semana passada, depois de discursar para empresários, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), engrossou o coro. Afirmou, em tom de ironia, que o momento exigia o lançamento pelo governo do programa Menos Ministérios, numa brincadeira com o programa Mais Médicos. Renan promete apoiar a proposta de Cunha. “Isso vai gerar menos cargos comissionados, menos desperdício e menos aparelhamento. Devemos aproveitar a oportunidade”, disse ele.
Pressionada pelo Congresso e pelos protestos nas ruas, Dilma pode ser forçada a repensar a estrutura da portentosa burocracia que ajudou a criar. No final da última semana, informações oriundas do Planalto deram conta de que um estudo teria sido encomendado à Casa Civil visando à redução no número de pastas. Resta saber se a presidente ficará mais uma vez na retórica ou atenderá ao clamor público.  
 
 
 
 

MATÉRIAS CEARENSES

(Principalmente para quem mora fora do território cearense, seja no Brasil ou no exterior).

Mandem sugestões, o que desejam lêr.
Comunique-se conosco neste endereço eletrônico: vicentealencar25@yahoo.com.br

Conheçam alguns livros publicados no Ceará:

Título: DE PIROCAIA A MONTESE - Fragmentos históricos.
Autor: Raimundo Nonano Ximenes.
Editora do Autor.

SUMÁRIO:

1 -- Prólogo.
2 -- Prefácio.
3 -- Amores de Groaíras.
4 -- De Pirocaia a Montese.
5 -- Pirocaia.
6 -- O Fio da História.
7 -- Estrada do Gado.
8 -- Mariada Conceição Lima Craveiro.
9 -- Avenida 14 de julho.
10- Quadras para a Estrada do Gado.
11- Avenida Gomes de Matos.
12- 15 de novembro.
13- A ocupação do solo e as famílias.
14- Cearenses mortos na II Guerra Mundial.
15- Tinha certeza que você viria!
16 - Monumento aos Pracinhas.
17 - O Beco e o Mito.
18 - Botecos, bares, boticas.
19 - Serviço de alto falantes.
20 - Vocação Associativa.

E muito mais.

CD de Toni Pinheiro interpretando grandes sucessos. Apenas para o lazer dos amigos.
Contactos:(85) 9911.5972.

1 - AMOR POR NÓS DOIS.
2 - RISQUE.
3 - AQUECE-ME ESTA NOITE.
4 - MUITO AMOR.
5 - AINDA ONTEM CHOREI DE SAUDADE.
6 - AS FLORES DO JARDIM DA NOSSA CASA.
7 - CANOAS DO TEJO.
8 - DEPOIS DE VOCÊ MAIS NINGUÉM.
9 - ESTRELA RETICENTE.
10 - DUAS VIDAS.
11 - PORQUE TE PERDI.
12 -QUANDO EU ME CHAMAR SAUDADE.

MINUTO
Vicente Alencar
(Da Academia Fortalezense de Letras).

Minutos se passaram,
esperei pouco tempo.
Quando ela deixou cair a túnica de seda,
um novo mundo foi descoberto.
Tudo diferente do que tinha
sido visto antes,
em muitos anos.

As curvas não eram somente perfeitas,
eram arrasadoras.
O balanço era um universo
de movimentos,
sem serem estudados,
mas loucamente estilizados.

O tempo como que havia parado,
e eu, entre alegre e surpreso,
me deixava levar pelo encantamento
do momento.
O vento que chegava pela janela
completava o clima de suavidade que
envolvianós dois.
Quando a tomei nos braços
pude deslizar
dentro de mim mesmo.
Havia muito amor a dar e a receber.
Não pudemos precisar por quanto
tempo ficamos juntos.

Se fosse um minuto apenas, seria muito,
se fosse uma eternidade,
não mudaria nada.
Portanto, assim,
o encantamento foi completo.
Não há detalhes a destacar,
todos os momentos foram infinitos.

FORTALEZA, 25 DE ABRIL DE 2015.




mas loucamente estilizados.

Desigualdade - Gonzaga Mota Professor e escritor

COLUNA

Ideias

opiniao@diariodonordeste.com.br
24.04.2015


Desigualdade

Carlito Maia (1924-2002), intelectual e publicitário brilhante, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, disse certa vez: "Quando a esquerda começa a contar dinheiro, converte-se em direita". Por outro lado, sem também tomarmos como regra geral, podemos dizer que quando a direita deixa de contar dinheiro vira esquerda. As duas frases apesar de aparentemente simplórias, concentram mensagens fortes com relação à conduta de algumas pessoas. A rigor, cremos que o conflito direita/esquerda está superado, pois o importante numa sociedade hodierna é combater a desigualdade, em seus vários aspectos, dentro de princípios democráticos. A melhor forma de se buscar a igualdade de oportunidades é melhorando as condições dos mais pobres, mediante a eliminação do capitalismo cartorial, bem como do socialismo corporativista. Segundo John Kennedy, "Se uma sociedade livre não consegue ajudar os muitos que são pobres, não poderá proteger os poucos que são ricos". Acreditamos, por sua vez, que o tripé básico para enfrentar as disparidades é constituído pela democracia, pela educação e por um sistema fiscal/tributário justo. A democracia permite a soberania popular, a independência e harmonia dos poderes constituídos, a alternância de governantes, a liberdade e a justiça. A educação, cognitiva e comportamental, além de proporcionar mais conhecimentos, possibilita uma melhor formação ética e moral. Já o sistema fiscal/tributário deverá ser desenvolvido visando o trinômio investimento, renda e emprego (adequada relação capital-trabalho), com vistas a uma melhor distribuição de renda.

Gonzaga Mota
Professor e escritor

VICENTE ALENCAR. EDIÇÃO Nº 784. SÁBADO, 25 DE ABRIL DE 2015.

VICENTE ALENCAR.
EDIÇÃO Nº 784.
SÁBADO, 25 DE ABRIL DE 2015.

FORTALEZA - CAPITAL BRASILEIRA DO ARTESANATO.
CEARÁ - AQUI NASCEU A PRIMEIRA ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL.
BRASIL - UM PAÍS QUE DEVE EM BREVE ACABAR COM OS SEUS CORRUPTOS.

CRESÇA
"Não deixe que o desânimo chegue perto de você. Acredite no que faz, e os seus dias serão bem melhores,a partir de hoje. Cresça para o mundo" (Jornalista Vicente Alencar).

POESIA - DE LEVE

1 - "No plenilúnio quando vagueias, corre em minhas veias uma dor surda" (Poeta José Telles, da Academia Cearense de Letras).

2 - "Teu olhar me desnuda e percorre as veredas de minha alma à procura de respostas que eu não tenho" (Poetisa Ana Paula Medeiros, da Academia Cearense da Língua Portuguesa).

3 - "Tanta ternura ainda resta em nossas vidas! Quem sabe... um louco amor à nossa espera, para novamente ouvir frases descabidas" (Poeta  Moreira Brito (Autor de Sonhos & Lamentos).

4 - "Arde em meu peito a chama do desejo.
Quem dera mais um beijo para queimar a boca" (Juçara Valverde, da Academia Brasileira de Médicos Escritores).

5 - "Sem sorriso no rosto sigo o brilho cego dos olhos que cercam" (Natércia Rocha autora de "Rumo Norte").

6 - "Vejo com o coração/ um amor que existe/ procuro a compreensão/ daquela que não desiste" (Gonzaga Mota autor de "Ao Vento Poemas".

7 - Desejo ser um pássaro da mata, voar livre, acordar primeiro que o sol, dormir após a Lua" (Rita de Cássia autora de"Cores").

8 - Você não sabe, é melhor nem saber o quanto eu queria contar da saudade de mim por voce" (Déa Campos Frota, do Movimento Cultural Terça-Feira em Prosa e Verso).

9 - "No caminhar repleto de ternura construiu sua estrada com primor, procurou dedicar-se à agricultura,e de ninguém jamais guardou rancor" (Ana Maria do Nascimento, da Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará- ALMECE)

10 - "Minutos se passaram, esperei pouco tempo. Quando ela deixou cair a túnica de seda, um novo mundo foi descoberto" (Vicente Alencar autor de "Madrugada Fria".